Day trader: saiba como é trabalhar com a compra e venda de ações diárias

Day trader: saiba como é trabalhar com a compra e venda de ações diárias

A profissão de investidor day trader é uma das com maior potencial de crescimento no Brasil. Segundo um levantamento do LinkedIn, realizado no início de 2020, a busca por esse profissional cresceu, em média, 69% de crescimento anual entre 2015 e 2019. O day trade é uma estratégia de compra e venda de ações em bolsas de valores em um mesmo dia, buscando ganhar dinheiro com a volatilidade do mercado.

No entanto, a pandemia do coronavírus impulsionou a carreira e está se tornando uma opção para muitos brasileiros. De acordo com uma pesquisa da corretora Clear, com 10 mil respondentes, 75% afirmaram estarem operando mais no período atual, enquanto 69% adotaram a atividade para conseguir uma renda extra. “É um mercado que vem ganhando espaço por causa da redução dos custos, de corretagem e lançamentos de plataformas voltadas especialmente para day trade”, explica Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora.

De fato, mais brasileiros estão se aventurando nos investimentos de risco. Em abril, a B3, bolsa de valores brasileira, atingiu a marca de 2,38 milhões de CPFs cadastrados – o que representa uma alta de 41,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Mas o que é necessário para se tornar um day trader? Segundo Rafael, estudar para conhecer as ferramentas e o mercado é fundamental. “É um mercado complexo e que demora até atingir o resultado esperado. Você leva meses entre estudar, desenvolver a técnica, fazer testes, operar em uma conta demo para entender o mercado e avaliar se a técnica desenvolvida é compatível com as operações até ir para uma conta real”.

Em uma rotina normal, a preparação leva de oito meses a um ano, mas em período de pandemia, quem consegue se dedicar full time aos estudos, consegue reduzir esse tempo para seis meses.

Primeiros passos
Para se tornar um investidor day trader, não é necessário nenhum tipo de certificação ou habilidade específica – tanto que os dados da Clear mostram que 55% dos investidores começaram a operar após terem estudado conteúdos gratuitos na internet, 31% aprendeu na prática e 14% fez cursos especializados sobre o tema.

Os principais conhecimentos necessários são sobre a bolsa de valores, tipos de investimentos, mercado de capitais, investimento de curto prazo e análise técnica. Esses estudos têm o objetivo de ajudar o investidor a prever o comportamento futuro do mercado baseado em dados históricos.

“Também é importante ter conhecimento sobre gerenciamento de risco, porque é isso que evita que você quebre nas negociações de ações. Você tem que saber construir um sistema de negociação que você limita a sua perda diária em um valor baixo e sabe quanto vai receber em cada operação”, alerta o analista.

Perfil psicológico
Outra habilidade exigida é uma boa estabilidade psicológica para lidar com mudanças bruscas. “ O day trade é um mercado rápido, se você não está habituado, pode acabar perdendo tudo ou achar que é muito complicado e que não leva jeito para a atividade”, afirma Rafael.

Por isso, que o especialista reforça a necessidade de estudar e testar antes de começar a operar. “Quando você tem tudo muito bem programado, treinado e você tem a memória do que vai acontecer, você fica mais tranquilo durante o trading”.

Quem contrata?
O day trader nada mais é que um tipo de investidor, mas gestoras de fundos de investimentos, serviços financeiros e de mercado de capitais contratam pessoas especializadas para trabalhar em suas próprias operações.

Os valores ganhos variam muito de acordo com o perfil de investidor, mas iniciantes consegue lucros de 200 a 300 reais por dia. “Você não pode entrar pensando que vai ganhar 10 mil reais por dia. Além que você gerar uma pressão muito grande, não existe essa história de ganho instantâneo. Você vai aumentando os lucros aos poucos”.

Buscando emprego?
Achar um trabalho em plena crise é desafiador, mas não impossível. No episódio 44 do Rádio Peão dois experts explicam o que fazer para conquistar uma vaga:

Via:
https://vocesa.abril.com.br//